Logo
2005/2006
Sites de poesia sonora
 
VEJA TAMBÉM

Artéria 8
NÓISGRANDE
Casa Escura

 

Ouvidos bem abertos! Desde 2006 é possível acessar na web, um precioso acervo da poesia experimental e sonora do final dos anos 70 através dos sites das revistas ARTERIV (Artéria 4) e Balalaica, ambas da Nomuque Edições, produzidas originalmente entre os anos de 1979 e 1980, sob a forma de fitas cassete. Assim como outras produções da Nomuque, as revistas sonoras se caracterizavam pela experimentação e pela baixíssima tiragem (cada uma possuiu 100 exemplares, abertas a cópias quando solicitado), trazendo entre outros vários nomes, Haroldo de Campos, Décio Pignatari, Augusto de Campos, Luiz Antônio Figueiredo, Sonia Fontanezi e Zéluiz Valero, além dos organizadores Omar Khouri, Paulo Miranda e Carlos Valero (que possuía o estúdio-residência onde foram gravados, os trabalhos).

Balalaica foi produzida em 1979 e lançada em 1980. Simples, possuía dentro do invólucro da própria fita cassete, informações impressas sobre o material. Já Artéria 4 produzida em 1980,  teve mais requintes: a fita era acompanhada de um estojo de papel Carmen 180g com impressão serigráfica de imagem e texto-editorial de Luiz Antônio Figueiredo, trazendo também um caderno em impressão reprográfica, com imagens e especificações de cada trabalho.

Em 2005, surge uma oportunidade de dispor o material das revistas via web – dois anos depois do telemático oitavo número de Artéria. As faixas foram remasterizadas por Cid Campos e Marcelo Brissac no MC2 Studio (outubro de 2004). A produção do stremming (nos formatos Real Media e Windows Media) foi realizada por Elson Fróes, poeta, pesquisador da poesia sonora e responsável pelo site Pop Box.

Balalaica
Interfaces dos sites de Balalaica e ARTERIV (Artéria 4), 2005/2006.

Fábio Oliveira Nunes realizou o design do site, adaptando alguns pormenores das revistas para o site. Em Artéria 4 especialmente, foram mantidas as imagens que se referem a cada uma das faixas – são elas que tão acesso aos trabalhos, num contraponto visual – de outra maneira, o site de Balalaica, traz o fetiche da fita e convida aos visitantes a inserção destas no aparelho. A realização desta nova versão na rede é de Nomuque Edições, na figura de seus editores, Omar Khouri e Paulo Miranda.

ARTERIV (Artéria 4) pode ser acessada em: http://www.nomuque.net/arteria4 . Já Balalaica pode ser ouvida através de: http://www.nomuque.net/balalaica .